FALE CONOSCO
(49) 3566.1912

PERONDI NOTÍCIAS

Petrobras volta a aumentar preço do diesel

Como forma de aliviar as perdas com importação de combustíveis, a Petrobras anunciou ontem novo aumento no preço do diesel nas refinarias, de 5%. Há pouco mais de um mês o valor do combustível foi reajustado em 5,4% -a gasolina na ocasião ficou 6,6% mais cara para as refinarias.
O lucro da Petrobras caiu 36% em 2012, o pior resultado desde 2004 e que teve como reflexo a defasagem de preços dos combustíveis no mercado interno em relação ao internacional. A estimativa é que o diesel suba 3% nas bombas, diz o CBIE (Centro Brasileiro de Infraestrutura). O novo preço vigora desde a 0h de hoje e já deve começar a ser repassado. O aumento tem efeito nos custos do transporte de cargas, de passageiros e na agricultura -o diesel é um dos principais insumos do setor. Além disso, há termelétricas que utilizam o combustível. O segundo reajuste do diesel em 2013 deverá ter impacto de 0,18 ponto percentual neste ano no índice oficial de inflação, o IPCA. O cálculo, que considera o custo maior do transporte rodoviário de carga e de passageiros, é do especialista em logística e diretor do Ilos (Instituto de Logística e Supply Chain), Maurício Lima.

Segundo ele, só o transporte rodoviário de carga terá custo adicional de R$ 4,5 bilhões. “Esse custo terá de ser repassado pelos transportadores aos donos das cargas.” A Petrobras disse em nota que “busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo”. “Foi uma medida correta para reduzir os prejuízos da companhia. O diesel seria o grande vilão da Petrobras em 2013″, diz Adriano Pires, do CBIE. Com esse aumento, a defasagem do combustível ficará menor, passando dos atuais 19% para 14%, estima. O presidente-executivo do sindicato das distribuidoras (Sindicom), Alísio Vaz, afirmou que a decisão pegou o mercado de surpresa. “A expectativa era que o aumento viesse apenas no segundo semestre”, disse. Com a sequência de reajustes, o setor de transportes de carga enfrenta problemas para o repasse desses custos. Segundo Marcelo Pardal, gerente da transportadora TFR, a empresa ainda tenta concluir as negociações para o repasse do primeiro aumento. “Não sei quando vamos conseguir negociar o novo aumento, mas não há outra opção”, diz Pardal.

Fonte: Folha de S.P

PERONDI NOTÍCIAS + Veja todas

TRANSPORTADORA PERONDI LTDA
MATRIZ.
RUA PAULO OGLIARI, 55 - DOIS PINHEIROS
89560-000 - VIDEIRA-SC
Tel.:(49) 3566.1912
perondi@perondi.com.br

FILIAL
AVENIDA DAS FLORES, 103 - CENTRO
84145-000 - CARAMBEÍ-PR
Tel.:(42) 3231.5903
cbi@perondi.com.br
Perondi - 28 anos
Beal Dose Design